Menu

Não Foi Fácil, Mas Foi

julho 15, 2016 - História, Ortodontia
Não Foi Fácil, Mas Foi

Não Foi Fácil, Mas Foi!

 

A gente vai fazendo as coisas.
A vida vai acontecendo.
Às vezes, a gente faz acontecer.
Outras vezes, a gente deixa acontecer.
Tem hora que tudo parece tão difícil.
Noutras horas parece tudo tão fácil.
Só que sair de Balsas para estudar com apenas 14 anos, numa época em que a comunicação era dificílima realmente não era tarefa para qualquer um.
Mal haviam chegado a Balsas a televisão e o telefone, quando saí para estudar em Brasília. E ainda funcionavam muito precariamente.
Quando lembro, fico pensando: Meu Deus, como eu era criança!
Graças a Deus fui dividir o quarto com uma das pessoas mais maravilhosas que já conheci: meu primo Luis Fernando.
Passei 3 difíceis anos em Brasília, o preconceito contra alguém do interior e ainda mais do nordeste era muito grande e este negócio que hoje chamam de bullying era constante.
Quando decidi estudar Odontologia tive que pensar em mudar.
Na UNB o curso estava bem recente e não tinha boas recomendações
Brasília ficava a dois dias de viagem.
Asfalto só em Araguaína.
Eu passei muitas horas na rodoviária de Araguaína esperando ônibus.
Na realidade, eu passei tantas horas dentro de ônibus que até hoje me sinto mal quando me lembro.
Só para você ter uma ideia, eu fiz uma viagem de Carolina a Balsas que durou 12 horas. E o ônibus não quebrou nem atolou nem uma vez.
E fiz uma viagem de Balsas a Carolina que durou 8 horas. E eu fui em pé.
Fui fazer faculdade em Diamantina, Minas Gerais,
Aí a viagem aumentou muito, agora eram mais de 48 horas, dois dias completos e mais um pouco do terceiro dia.
E agora, não tinha mais a casa maravilhosa da minha tia Maria Isaura.
Ainda assim eu fui.
E foi bom.
Não foi fácil, mas foi!
Tornava-se fácil porque tudo era feito em busca da realização de um sonho.
O sonho de ser Ortodontista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *